“Após análise das condições do mercado e da operação, a ERSE emitiu parecer de não oposição a esta operação, mantendo em permanência as condições de monitorização concorrencial dos mercados retalhistas de eletricidade e de gás natural”, refere a ERSE.

O regulador refere, no comunicado divulgado no seu site, que “a Axpo e a Goldenergy são empresas comercializadoras ativas nos mercados elétrico e/ou de gás natural em Portugal”, pelo que “a atuação combinada das duas empresas está, em regra, abaixo dos 5% de quota de mercado nos mercados retalhistas de eletricidade e de gás natural e nenhuma delas integra os grupos económicos incumbentes”.