O número de clientes do mercado livre de eletricidade cresceu 2,7% em junho face ao mês anterior e aumentou 63% desde junho do ano passado, segundo a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Segundo o resumo mensal da ERSE, o mercado liberalizado ganhou mais 77 mil clientes em junho em relação ao mês anterior, tendo chegado ao final do primeiro semestre com um número acumulado superior a 2.904 mil clientes.

Ainda assim, o crescimento no mês de junho foi inferior ao registado no mês anterior e aquém da taxa média mensal de crescimento de cerca de 4,2%, registada desde junho de 2013.

Em termos de consumo, o incremento em junho foi de cerca de 0,7%, situando-se 0,2 pontos percentuais acima da variação registada no mês anterior, segundo a informação do regulador do mercado.

Já em termos homólogos, o consumo no mercado livre de eletricidade cresceu cerca de 19%, o que corresponde a uma taxa média mensal de 1,4% no período.

De acordo com a ERSE, o mercado livre representou quase 79% do consumo total em Portugal Continental em junho.

Em termos de segmentos, quase todos os grandes consumidores estão já no mercado livre. Já no segmento dos consumidores domésticos, o consumo em mercado livre é de cerca de 52% do total do segmento.

Em junho de 2014, a EDP Comercial manteve a sua posição como o principal operador no mercado livre em número de clientes (cerca de 86% do total de clientes) e em consumos (cerca de 46% dos fornecimentos no mercado livre).