Portugal exportou 48,7 GWh (Gigawatt/hora) de eletricidade no sábado, o equivalente a cerca de 40% do consumo nacional, batendo o recorde de energia elétrica exportada, segundo os dados da REN – Redes Energéticas Nacionais.

Depois de nove meses em que o sistema elétrico foi predominantemente importador, a melhoria da situação hidrológica – com a chegada da chuva - e da produção eólica elevada a situação inverteu a tendência e o sistema nacional passou a exportador.

Segundo dados da REN, no sábado, o sistema elétrico português estabeleceu novos máximos na energia exportada, num dia em que a produção eólica se aproximou também de máximos históricos.

Pela primeira vez, adianta a gestora da rede elétrica, a potência exportada ultrapassou os 3.000 MW, atingindo o pico pelas 10:00, com 3.044 MW.

Já a energia total diária exportada atingiu também o valor mais elevado de sempre, com 48,7 GWh, valor que equivale a 41% do consumo português nesse dia.

Nos primeiros nove meses do ano, o sistema português tem sido predominantemente importador, equivalendo o saldo de trocas com o estrangeiro a cerca de 6% do consumo nacional.