Os preços da produção industrial na zona euro estão em queda. Desceram 0,3% na zona euro e 0,2% nos 28 países da União Europeia, em relação a março, de acordo com o gabinete de estatística da Comissão Europeia.

O Eurostat refere que esta descida está relacionada com a quebra dos preços da energia, em 1,1% e do sector bens não douradouros em 0,1% (zona euros). 

As maiores descidas mensais verificaram-se na Croácia (-1.5%), Suécia (-1%), Bélgica, Estónia e Itália (todos- 0.9%). E as maiores subidas na Irlanda (+1.3%), Reino Unido (+0,6%) e Dinamarca (+0.5%).

Já face ao homólogo, a quebra é de 4.4% na zona do euro e de 4,2% no conjunto dos 28 Estados-Membros. Nesta comparação, a descida está relacionada, mais uma vez e sobretudo, com a quebra no valor da energia, 12,5% face a abril de 2015.

Sem a energia os preços teriam caído 1,1% comparado com abril de 2015.  A descida homóloga aconteceu em todos os estados exceto em Malta (+1%). As maiores descidas registaram-se  na Holanda (-10,3%), Grécia(-8,8%), Bélgica (-6,9%) e Lituânia (-6,6%).