O Fundo Monetário Internacional aprovou esta segunda-feira um crédito de mil milhões de euros para a Sérvia, por três anos, informou a televisão pública RTS.

O ministro das Finanças sérvio, Dusan Vujovic, disse à RTS, depois de conhecer a decisão do FMI, que esta é «um reconhecimento» da Sérvia e «uma obrigação» para cumprir as reformas e «preparar o terreno para o futuro económico da Sérvia».

Considerou também que a decisão era um sinal positivo para eventuais investidores de que a Sérvia era «um parceiro credível».