A Teixeira Duarte teve, em 2014, 70,3 milhões de euros de lucros atribuíveis aos acionistas, segundo informação comunicada pela empresa à Comissão de Mercado e Valores Mobiliários.

Destaque para o aumento de 6,2% no volume de negócios, atingindo os 1.680 milhões de euros. A quebra de 26,1% registada em Portugal foi compensada pelo incremento de 13,8% nos outros mercados, os quais passaram a representar 86,9% do total do volume de negócios do grupo.

O EBITDA cresceu 12,1% em relação ao ano passado e fixou-se em cerca de 240 milhões de euros, o maior de sempre do grupo. A margem EBITDA teve um aumento face a dezembro de 2013 de 5,5%, passando de 13,5% para 14,3% em dezembro de 2014.

O total do ativo líquido cresceu 5,8%, tendo atingido 2.940.586 milhares de euros.

Já o endividamento líquido do grupo cresceu 10% em relação ao final de 2013, totalizando os 1,29 mil milhões de euros.