A REN decidiu adiar por três anos a entrada em operação da primeira fase da terceira interligação de gás natural entre Portugal e Espanha. A segunda e terceira fases encontram-se agora programadas para 2022 e 2025, escreve o Diário Económico.

No entanto, pela primeira vez a empresa contempla no seu investimento três alternativas possíveis à terceira interligação por Vale de Frades, reagindo a uma das críticas que ditou o chumbo do plano apresentado em 2013.

A rede nacional de gasodutos conta atualmente com duas ligações a Espanha através de Braga-Tui e Campo Maior-Badajoz, infraestruturas que estão ligadas ao gasoduto proveniente do Magrebe.

A primeira fase do novo gasoduto Celorico da Beira-Vale de Frades está orçada em 137 milhões de euros, devendo a decisão final de investimento ser tomada em 2016.