O presidente da PT Portugal, Armando Almeida, afirmou esta terça-feira que a empresa «não precisa de salvação» porque está a fazer «um excelente trabalho» e considerou que a operadora «não está a saldo, é forte e sólida».

Armando Almeida falava aos jornalistas à margem da apresentação do GlobalConnect Pack, uma solução convergente para o segmento empresarial, nomeadamente dirigido para as pequenas e médias empresas.

Questionado sobre a iniciativa de diversas personalidades, entre as quais Bagão Félix, Francisco Louçã, Freitas do Amaral e Manuel Carvalho da Silva, que subscreveram um «apelo para resgatar a PT», em que exigem «das autoridades políticas e públicas uma atuação intensamente ativa» na empresa, Armando Almeida disse que «a úni
ca questão é que a PT não precisa realmente de salvação, está a fazer um excelente trabalho».

Adiantou que esteve fora do país durante 17 anos, pelo que desconhece «a maioria das pessoas» que integram esse apelo.

O gestor disse ainda que «a PT Portugal não está a saldo, é uma empresa forte, sólida no mercado, apresentou excelentes resultados no terceiro trimestre».

Sobre as ofertas do grupo francês Altice e dos fundos Apax Partners e Bain Capital, Armando Almeida disse que «quem vai tomar a decisão são os acionistas da Oi», escusando-se a tecer comentários.

«Acho que a PT é uma empresa de valor no mercado», disse, garantindo que tem toda a margem de manobra para lançar projetos, enquanto as ofertas decorrem.

O plano estratégico da empresa será apresentado na próxima semana, sendo que este já vai ter «impacto em 2014».
Reiterou que «não está» condicionado no seu ato de gestão e garantiu que a PT Portugal «não tem tido nenhum problema» em estar integrada na Oi «em termos de investir».

«Vamos continuar a trabalhar para que a empresa continue a ser mais forte», disse.

Em relação à pressão dos preços das ofertas das telecomunicações em Portugal, Armando Almeida foi perentório: «Não podemos continuar uma guerra de preços por muito tempo».

Armando Almeida disse ainda que gostaria de ganhar 30 mil empresas para a economia digital com o GlobalConnect Pack e outros produtos que serão lançados para o segmento empresarial.