Demitiu-se o presidente da Toshiba, Hisao Tanaka, na sequência do escândalo de falsificação de contas da empresa, confirmou a Toshiba à AFP.

Em causa está uma investigação que determinou que os responsáveis da empresa apresentou lucros falsos por pelo menos seis anos, com o conhecimento dos presidentes (Tanaka e o seu antecessor).

As manobras contabilísticas permitiram aumentar os lucros em 1,2 mil milhões de dólares (1,1 mil milhões de euros).
Enquanto decorria a audição às contas a empresa decidiu suspender o pagamento de prémios e dividendos.

Os primeiros resultados oficiais sobre os trabalhos devem ser divulgados nas próximas semanas.

A Toshiba poderá ser penalizada em 300 a 400 mil milhões de ienes (entre 2,2 e 2,9 mil milhões de euros).