O projeto português iTravey, que consiste numa plataforma na qual as agências de viagens satisfazem os pedidos específicos dos turistas, foi um dos três vencedores na final mundial para novas ideias de negócio.

A ideia protagonizada por sete jovens sedeados em Aveiro passou uma primeira fase com mais de 1.000 projetos à escala global, foi posteriormente uma das 15 finalistas e agora foi confirmada como uma das premiadas, com o segundo lugar mundial no Champions Circle da Global Startup Battle, que reuniu projetos de 230 equipas de 135 países.

A primeira startup portuguesa nesta fase do desafio foi contemplada com 10.000 euros em campanha de 'crowdfunding', vai à sede do Google em Silicon Valley, em São Francisco, terá acesso a mentores empreendedores de topo mundial para ajudar no desenvolvimento do projeto e poderá mostrar o seu evento na 'Launch Conference'.

«Em vez de ir a várias agências de viagens ou andar em pesquisas na Internet, quem quer viajar vai ter uma plataforma na qual submete o seu plano e é aí que vai receber propostas adequadas à especificidade dos seus desejos, sem ter de filtrar informação que não interessa», explicou Carlos Carvalho, um dos mentores do projeto.

O mesmo responsável apontou que as propostas que o turista receberá poderão ser «de agências de viagens, mas também de particulares».

A campanha da iTravey deve ser iniciada em janeiro no indiegogo, um dos sites mais populares de 'crowdfunding' do mundo.

A Startup portuguesa já está a registar os primeiros clientes que vão conseguir ter acesso antecipado à plataforma, podendo inscrever-se no site www.itravey.com.

Carlos Carvalho, Mikhael Santos, André Leite, Miguel Casteleiro, Hugo Duarte, Pedro Caleiro e André Oliveira são os mentores e executantes do projeto.