A NOS  contratou três novos financiamentos no valor global de 150 milhões de euros, que serão usados no reembolso das obrigações colocadas no mercado em 2012 pela então Zon Multimedia e que vencem a 19 de Junho próximo, anunciou empresa esta segunda-feira.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, a NOS refere que este financiamento divide-se entre dois programas de papel comercial de 50 milhões de euros cada e ainda numa emissão de obrigações, também com um valor de 50 milhões.

A empresa refere também que uma das linhas de papel comercial foi contratada com o Banco Popular, com maturidade em Maio de 2020, e a outra com o BBVA, com maturidade em Junho de 2020.

Adicionalmente, a emissão de obrigações será colocada pelo Caixabank e vence em Junho de 2019, pagando uma taxa de juro 1,26% "correspondente a um spread de 95 pontos base acrescido de taxa swap para 4 anos, com o pagamento do primeiro cupão em Setembro de 2015".

"O produto destas transações será utilizado essencialmente para o reembolso das obrigações de retalho ZON Multimedia 2012-2015, cuja maturidade ocorrerá a 19 de Junho de 2015", refere a NOS.

As ações da NOS seguem a cair 1,67% para 6,715 euros.