Não para de cair em Portugal o número de lojas de compra de ouro. Segundo dados divulgados ao Diário Económico pela Imprensa Nacional Casa da Moeda, atualmente existem 4.622 estabelecimentos registados como «retalhista ourivesaria». Este valor representa uma quebra de 8% face ao final de 2013 e de 17% quando comparado com o final de 2012.

Vários fatores podem explicar esta queda, nomeadamente a maior concorrência entre pequenas lojas de retalho. Também a descida da cotação nos mercados internacionais é outro aspeto que ajuda a explicar a quebra do número de estabelecimentos.

A cotação do ouro atingiu o valor mais elevado de sempre em setembro de 2011 – 1900,23 dólares a onça – ano em que o número de novas lojas de ouro mais cresceu. Mas desde essa data a cotação do ouro já desceu 37%, para os atuais 1.195 dólares a onça.

Em Portugal, desde o final de 2012, já desapareceram 960 estabelecimentos classificados como «retalhista de ourivesaria».