A EDP Renováveis chegou a acordo com um fundo liderado pelo banco de investimento EFG Hermes para a venda de 49% de um conjunto de parques eólicos situados em França.

Em comunicado divulgado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, a empresa refere a venda de «uma participação acionista representativa de 49% do capital e respetivos empréstimos acionistas referente a um portfólio de parques eólicos em operação com 270 MW líquidos».

O negócio vai permitir um encaixe financeiro de 160 milhões de euros, o que leva a empresa a somar 1,038 mil milhões com venda de participações minoritárias em parques eólicos nos EUA e na Europa.

O fundo comprador é liderado pelo banco de investimento EFG Hermes, um dos maiores da zona do Médio Oriente e Norte de África, mas inclui também investidores do Conselho de Cooperação do Golfo.

Segundo o comunicado da EDP Renováveis, a venda da participação compreende 33 parques eólicos com 5 anos de vida média «que atualmente beneficiam de uma remuneração em regime de feed-in-tariff», ou seja, de um mecanismo que permite que a quem produza energia possa receber dinheiro da parte do fornecedor.

A empresa adianta ainda que está a executar uma estratégia de autofinanciamento «ao cristalizar o valor do cash-flow futuro dos projetos», reinvestindo-o no desenvolvimento de outros objetivos de valor acrescentado.

«Incluindo a presente transação, a EDPR já executou cerca de 60% do seu objetivo cumulativo de 700 milhões de euros de rotação de ativos para o período de 2014-2017, encontrando-se bem posicionada para alcançar esse objetivo», acrescenta o comunicado.