A DreamWorks vai pôr em marcha um plano estratégico de reestruturação que inclui o despedimento de 500 funcionários entre este ano e 2016, segundo o El País.

O anúncio foi feito pelo presidente da empresa que criou sucesso de bilheteira como o Shrek e Kung Fu Panda. A DreamWorks vai passar a estrear apenas dois filmes por ano (um original e uma sequela) para reduzir custos, depois de, nos nove primeiros meses de 2014, a empresa ter acumulado perdas de quase 40 milhões de euros.

A reestruturação da empresa, que fez 20 anos em 2014, vai fazer-se maioritariamente durante este ano. A DreamWorks vai desembolsar mais de 95 milhões de euros para pagar as indemnizações dos trabalhadores que irão ser despedidos e que abarcam todos os departamentos da empresa.