A confiança empresarial na Alemanha subiu em fevereiro pelo quarto mês consecutivo, segundo dados do Instituto de Investigação Económica alemão (Ifo) divulgados esta segunda-feira.

O Ifo informou hoje que o índice de confiança empresarial na Alemanha subiu para 111,3 pontos em fevereiro, acima dos 110,6 de janeiro e o valor mais elevado desde julho de 2011.

O índice de confiança Ifo é calculado com depoimentos de empresas em relação à situação atual e às estimativas para os próximos seis meses da atividade.

Enquanto o índice de confiança em relação à situação atual subiu de 112,4 pontos em janeiro para 114,4 pontos em fevereiro, o índice relativo aos próximos seis meses desceu de 109,9 pontos em janeiro para 108,3 em fevereiro.

Apesar destes dados, o responsável máximo do Ifo, Hans-Werner Sinn, afirmou que «as expectativas em relação à atividade no futuro continuam otimistas».

Na semana passada, o índice, calculado pelo Instituto de Investigação Económica ZEW e que mede o sentimento dos investidores na Alemanha, desceu para 55,7 em fevereiro depois de ter atingido 61,7 em janeiro.

Segundo o ZEW, a queda do indicador resultou das incertezas relativas à sustentabilidade da recuperação económica nos Estados Unidos.

O indicador é calculado com base em questionários a analistas e investidores institucionais sobre as expectativas em relação à situação da economia alemã a curto e médio prazo.