A Malaysia Airlines anunciou esta sexta-feira uma reestruturação da companhia aérea que passa pelo despedimento de seis mil funcionários. A empresa viu-se obrigada a esta reestruturação depois de dois acidentes este ano.

A transportadora aérea conta um total de 20 mil trabalhadores, que serão reduzidos agora para 14 mil.

O CEO da empresa, Ahmad Jauhari reconheceu que «a necessidade de reestruturar foi acelerada».

Recorde-se que a 08 de março, o Boeing 777 da Malaysia Airlines que descolou de Kuala Lumpur rumo a Pequim com 239 pessoas a bordo e sob o número MH370 desapareceu dos radares pouco depois e terá virado a sul despenhando-se no Oceano Índico, mas até agora nenhum destroço foi encontrado.

Já em julho, o mesmo tipo de avião, com o número MH17, que ligava Amesterdão a Kuala Lumpur, foi abatido sobre o leste da Ucrânia, alegadamente pelos rebeldes pró-russos, tendo perdido a vida 298 pessoas.