O grupo Lusiaves vai criar meia centena de postos de trabalho no concelho de Mangualde, onde está a investir cerca de sete milhões de euros, anunciou um dos seus administradores.

Em declarações à Lusa, o administrador Ruben Fonseca explicou que hoje foi lançada, na zona industrial de Mangualde, a primeira pedra de um entreposto frigorífico de distribuição dos produtos da Lusiaves, um investimento de cerca de cinco milhões de euros.

As obras devem estar terminadas em abril do próximo ano, ficando a trabalhar no entreposto cerca de 40 funcionários.

Segundo Ruben Fonseca, antes disso, previsivelmente em janeiro, estarão prontos os pavilhões avícolas para produção de frango do campo, que representam um investimento de cerca de dois milhões de euros.

Nos pavilhões irão trabalhar cerca de dez pessoas. A produção será sobretudo para consumo interno e «uma pequena percentagem para exportação», para países como a Espanha, a França e o Luxemburgo, acrescentou.

O administrador do grupo Lusiaves justificou a escolha de Mangualde para a instalação do entreposto com o facto de esta ser uma zona do país que ainda não estava coberta.