A Lufthansa vai contratar 500 novos tripulantes para os seus voos. Os contratos destinam-se às suas bases de Munique e Frankfurt.

Em comunicado, a empresa explica que, apesar de terem contrato de trabalho para o ano completo, os escolhidos apenas terão de trabalhar nos meses de verão, para fazer face à maior necessidade sazonal de pessoal, que se deve ao uso de aviões de maior porte.

Os contratos terão uma duração de dois anos, com opção de apenas uma renovação, atingindo assim um máximo acumulado de 4 anos.

«Este modelo é uma excelente oportunidade, especialmente para estudantes e jovens profissionais, para trabalharem como tripulantes por um período específico de tempo. Os candidatos escolhidos serão sujeitos à mesma formação de 12 semanas que todas as outras hospedeiras e comissários de bordo da Lufthansa, e serão depois destacados num regime de trabalho a tempo parcial (50%) nas rotas de curto e longo curso da companhia», explica a empresa.

No fundo, o que acontecerá é que estes funcionários trabalharão seis meses, e estarão depois seis meses de licença.

«A Lufthansa paga os salários e contribuições para a Segurança Social pelos 12 meses», garante.

Os interessados devem inscrever-se no site da companhia, onde está disponível mais informação sobre o processo de recrutamento.

A Lufthansa avisa que «as vagas para tripulantes neste regime despertaram muito interesse» e aconselha os candidatos a «inscreverem-se o mais cedo possível», até porque «os primeiros cursos de formação começam em dezembro em Frankfurt e Munique».