Londres tornou-se a cidade mais cara do mundo para as multinacionais tendo em conta o custo de alojamento e escritório, superando Hong Kong, que ocupou o primeiro lugar deste ranking da imobiliária Savills nos últimos cinco anos.

De acordo com o estudo hoje divulgado pela consultora imobiliária Savills, escreve a Lusa, Nova Iorque e Paris, cidades onde o custo de aluguer de um alojamento e um escritório custa mais de 100 mil dólares por ano, o equivalente a pouco mais de 77 mil euros.

Desde que este estudo foi divulgado, em 2008, estas quatro cidades ocupam os primeiros lugares da lista, o que demonstra a estabilidade do mercado imobiliário mesmo durante a crise financeira, de acordo com a consultora imobiliária.

Para 'ganhar' o lugar de cidade mais cara do mundo para os expatriados, Londres beneficiou de um aumento do custo imobiliário na ordem dos 10,6% no primeiro semestre deste ano e de uma valorização da libra face ao dólar.