A Lockheed Martin, que produz equipamento militar, mandou para casa 3.000 trabalhadores devido à paralisação da administração federal norte-americana que afeta o Pentágono, o seu principal cliente.

A partir de 07 de outubro, os trabalhadores identificados irão permanecer em casa com licença sem vencimento, ainda que a empresa aconselha os funcionários a gozar férias se pretendem continuar a receber os vencimentos por inteiro.

Os trabalhadores atingidos pela medida da empresa podem, contudo, aumentar ainda mais caso o encerramento da administração federal seja prolongado.