O grupo alemão Lidl inaugurou uma nova loja e reabriu outras duas no Alentejo, no último mês, com a criação de cerca de 40 postos de trabalho, num investimento global de cinco milhões de euros.

No espaço dos «últimos 30 dias, reabrimos as lojas de Santo André (Santiago do Cacém) e de Portalegre e abrimos a nova loja de Estremoz», as quais empregam, no conjunto, «cerca de 40 pessoas», revelou este domingo à agência Lusa o administrador-delegado do Lidl em Portugal, Marin Dokozic.

O responsável precisou que estas três apostas envolveram, ao longo deste ano, um investimento total na ordem dos cinco milhões de euros e que, em 2014, deverá abrir mais uma nova loja.

«No próximo ano, está prevista a abertura da nossa loja de Évora», a segunda na cidade, a qual vai «nascer» no centro comercial Évora Fórum, pelo que o seu início de funcionamento «está dependente» da conclusão da construção daquele espaço comercial, disse.

No Alentejo, a primeira unidade do Lidl foi aberta em Grândola, há 18 anos. Hoje, a cadeia de distribuição alimentar de origem alemã já possui 18 lojas na região, onde «a procura está em linha com o resto do país».

Trata-se de «uma região do país em desenvolvimento», na qual «a proposta do Lidl, de qualidade ao melhor preço, se enquadra e responde às necessidades identificadas junto dos consumidores», referiu Marin Dokozic.

«Logo, faz todo o sentido apostar nesta região e estamos cá para ficar. A presença do Lidl em regiões mais carenciadas é um fator de desenvolvimento porque gera emprego e envolve investimento significativo», sublinhou.

A mais recente unidade da empresa na região alentejana abriu portas há poucos dias, em Estremoz, com a criação de 13 postos de trabalho e fruto de um investimento de três milhões de euros.

Já as lojas de Vila Nova de Santo André e de Portalegre, que foram alvo de obras de melhoria e que «ganharam» novas valências, reabriram a 31 de outubro e no dia 07 deste mês, respetivamente.

O administrador-delegado lembrou que, «só este ano», o grupo alemão assumiu um investimento para Portugal que totaliza os 45 milhões de euros, objetivo que deverá ser atingido.

«Estamos em linha para cumprir o prometido investimento de 45 milhões de euros em Portugal até ao fecho do nosso ano fiscal» e, em 2014, «certamente, teremos mais algumas aberturas a nível nacional», antecipou.

A cadeia Lidl, criada nos anos 30 do século passado, está hoje presente em mais de 20 países e detém cerca de 10 mil lojas, as quais representaram, em 2012, uma faturação líquida superior a 45 mil milhões de euros.

Em Portugal, possui 238 pontos de venda e quatro entrepostos, adquirindo a produtores nacionais «mais de metade dos produtos» comercializados.