O JPMorgan Chase, maior banco norte-americano em termos de ativos, prevê eliminar um total de 15 mil postos de trabalho ainda este ano, segundo documentos divulgados por ocasião de uma conferência de analistas.

A redução afeta sobretudo a divisão de empréstimos hipotecários que teve de fazer inúmeras contratações devido aos problemas criados nos últimos anos pela crise financeira e pela crise no imobiliário.

Neste departamento, o grupo financeiro prevê cortar 11 mil empregos enquanto na banca de retalho está prevista a extinção de 4 mil empregos, uma redução explicada neste último caso com a automatização de atividades.