O número de desempregados inscritos nos centros de emprego fixou-se em 692.019 em novembro, numa queda ligeira de 0,8% em termos homólogos, mas o desemprego jovem contrariou ao subir 2,2%, segundo dados avançados pelo IEFP neste domingo.

«O volume de desempregados registados, no total do país, decresceu face ao período homólogo de 2012, com menos 5.770 desempregados (-0,8%). Em relação ao mês anterior, a variação também foi decrescente (-0,4%)», lê-se na informação mensal publicada hoje pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Apesar da ligeira queda em termos generalistas, o desemprego jovem contrariou a tendência e, segundo os dados oficiais, aumentou 2,2% face há um ano para 93.427, enquanto em relação a outubro cresceu 0,9%. Os desempregados com menos de 25 anos representavam em novembro 13,5% do desemprego registado.

Já no grupo dos adultos houve uma queda de 1,3% em termos homólogos e 0,6% face ao mês anterior para 598.592.

Em termos de género, o desemprego nos homens caiu 1,9% em relação a novembro do ano passado, enquanto nas mulheres aumentou 0,3%. As mulheres continuam a representar a maioria do emprego registado (51,4% ou 355.420).

Ainda face a novembro de 2012, os desempregados inscritos há menos de um ano diminuíram 12,3% para 370.108, enquanto os desempregados de longa duração (tempo de inscrição no IEFP igual ou superior a 12 meses) aumentaram 16,7% para 321.911.

Por localização geográfica, o desemprego registado caiu na maioria das regiões, com destaque para a Madeira (-4,0%) e o Centro (-3,3%). As exceções foram o Norte (+0,5%) e, sobretudo, os Açores (18,1%).