A Câmara de Nelas anunciou hoje que o Grupo Aquinos vai começar a produzir sofás no concelho a partir de junho, criando cerca de 600 novos postos de trabalho.

Em comunicado divulgado na página oficial de internet, a Câmara de Nelas informa que «a empresa portuguesa líder ibérica de sofás» irá ocupar as antigas instalações da Johnson Controls, que encerrou em 2006.

Na nova unidade de produção serão criados «600 postos de trabalho no município de Nelas, dos quais 450 diretos e 150 indiretos».

O investimento «corresponde a aproximadamente seis milhões de euros», prevendo-se que a produção de sofás no polo de Nelas arranque «em meados de junho do corrente ano». Os sofás produzidos terão como destino «a exportação».

Durante a tarde de quarta-feira, Câmara de Nelas e o Grupo Aquinos procedem à assinatura de um protocolo de Promoção do Crescimento e Sustentabilidade Económica, onde marcará presença o secretário de Estado da Inovação, Investimento e Competitividade, Pedro Gonçalves.

«Estes grandes investimentos, quer de novos industriais, quer de outros já existentes no concelho, representam um importante passo no crescimento do tecido económico e industrial», lê-se no comunicado.

De acordo com a Câmara de Nelas, a instalação do polo do Grupo Aquinos no concelho atesta «o empenho e esforço continuado da autarquia em captar e apoiar novas indústrias, reabilitar os parques industriais do concelho e consequentemente criar ofertas de empregabilidade».