O ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, vai reunir-se esta quinta-feira com a comissão de trabalhadores dos estaleiros de Viana do Castelo, depois de ter sido anunciada a subconcessão dos estaleiros ao grupo luso Martifer.

Em causa estarão 30 milhões de euros de indemnizações, já que a regeneração da empresa irá implicar o despedimento de 600 funcionários.

Depois do anúncio, dezenas de trabalhadores apelaram à revolta, pedindo a demissão do ministro da Defesa.

O grupo Martifer vai assumir a subconcessão dos terrenos e das infraestruturas dos estaleiros, por um valor anual de 415 mil euros. A empresa prevê criar 400 postos de trabalho no espaço de três anos.