A empresa West Sea, nova subconcessionária dos terrenos e infraestruturas dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), já iniciou o processo de recrutamento de trabalhadores, disse esta quinta-feira à Lusa fonte do grupo Martifer.

De acordo com a mesma fonte, este processo está a ser conduzido pela própria Martifer, através da sede em Oliveira de Frades, cuja administração, liderada por Carlos Martins, mantém o objetivo de dar «prioridade» ao recrutamento de 400 de entre os mais de 600 trabalhadores dos ENVC.

A West Sea Viana Shipyard anunciou hoje, oficialmente, a abertura do período de candidaturas para vagas no «novo projeto de construção e reparação naval de âmbito nacional e internacional» que está a instalar em Viana do Castelo.

Entretanto, de acordo com a administração dos ENVC, até à passada sexta-feira foram assinados mais de 150 acordos para rescisão amigável dos contratos de trabalho, processo que já envolveu o pagamento de cerca de 10 milhões de euros em indemnizações.

A atribuição do subsídio de desemprego integra os acordos propostos em dezembro aos 609 trabalhadores dos ENVC que, com o encerramento daquela unidade, anunciado pelo Governo, serão despedidos no âmbito do plano amigável de cessação dos contratos que vai custar 30,1 milhões de euros.

A empresa pública está a pagar a cada trabalhador um mês de salário por cada ano de atividade, parcela que representará 19,8 milhões de euros. Soma-se, no acordo final de rescisão do contrato de trabalho, a parcela referente aos valores «proporcionais» aos subsídios de férias e de Natal, que custará 2,1 milhões de euros.

A última parcela, no valor de 8,1 milhões de euros, diz respeito às «responsabilidades por direitos adquiridos pelos trabalhadores no ativo», decidida pela administração da empresa.

Esta terceira componente refere-se ao fundo de pensões da empresa, tendo em conta que neste processo de saída voluntária cerca de 500 trabalhadores podem ser «ressarcidos» para se «desvincularem» do fundo, para o qual descontaram ao longo dos anos.

Em função da adesão ao plano de rescisões, a administração ainda poderá lançar um despedimento coletivo, que depois de comunicado leva até 75 dias a efetivar-se.

A nova empresa West Sea, criada pelo grupo Martifer no âmbito da vitória no concurso público internacional para a subconcessão dos terrenos e infraestruturas dos ENVC, prevê recrutar 400 dos 609 trabalhadores dos estaleiros no primeiro semestre de 2014. Contudo, mais de 230 trabalhadores dos estaleiros estão em condições de acederem à reforma.

Ao longo de quase 70 anos de atividade, os ENVC já construíram mais de 220 navios de todo o tipo.