A empresa norte-americana Vishay, que em Vila Nova de Famalicão emprega cerca de 200 pessoas, está a produzir condensadores de filme para a marca Volvo e aponta vir a reforçar a capacidade produtiva, bem como o número de colaboradores.

A informação foi dada aos jornalistas esta segunda-feira pelos responsáveis da Vishay de Famalicão, a propósito de uma visita do presidente da câmara local, Paulo Cunha, integrada no roteiro Made In que foi criado pela autarquia para divulgar e apoiar os exemplos de arrojo empresarial.

O diretor executivo, Vítor Morais, falou em "reforço da capacidade produtiva e do número de colaboradores" ao explicar como é que esta empresa pensa abordar os mercados competitivos da área.

A unidade da Vishay de Famalicão, distrito de Braga, surgiu na freguesia de Calendário em 1969. A empresa emprega atualmente cerca de duas centenas de pessoas e fatura 13 milhões de euros por ano.

A principal aposta da Vishay foi o desenvolvimento de condensadores de filme mas em 2007 a empresa voltou-se também para o mercado das energias renováveis e atualmente também aposta nos componentes para veículos híbridos e elétricos.

"Dentro de 10 anos cerca de 30% da produção mundial destes veículos vai ter condensadores de filme. Por isso, vemos neste mercado com enorme potencial uma oportunidade para crescer. E isso trará novas oportunidades para o concelho e para a região", referiu Vítor Morais.

Também Paulo Cunha falou da Vishay como "uma força da região": "Ao fim de quase 50 anos já passou por alguns invernos, mas robusteceu-se e tem novos projetos que está muito empenhada em alicerçar e são muito bem-vindos", apontou o autarca.