A Emirates Airlines volta a recrutar tripulantes para os seus aviões em Portugal. Já amanhã, dia 20 de julho, promove um open day (uma sessão de esclarecimento e recrutamento) no Porto. No mês que vem, tem outro em Lisboa.

Amanhã, a partir das 9 horas, a companhia recebe os candidatos no Hotel Sheraton do Porto e no dia 24 de agosto no Sheraton Lisboa Hotel & Spa, em Lisboa.

Os interessados podem inscrever-se previamente no site da companhia, e nos dias marcados, basta comparecer.

O processo de recrutamento começa com a candidatura dos interessados, online ou no Open Day, «uma sessão de informação para lhe dar a oportunidade de descobrir como é trabalhar como tripulante de cabine da Emirates», explica a empresa no seu site.

Nestas sessões, pode conhecer a equipa de recrutamento, entregar o seu CV e dar início ao processo. Se cumprir os requisitos necessários, será convidado a participar no processo de avaliação, no mesmo dia ou no dia seguinte. A avaliação inclui um teste de inglês, uma entrevista para avaliar as competências pessoais e uma avaliação psicométrica. As entrevistas finais são normalmente marcadas para o decurso da mesma semana.

Características necessárias

A empresa procura uma equipa «dinâmica, profissional, extrovertida e que se desafie diariamente», porque «são os embaixadores da nossa marca», explica.

Os candidatos têm de ter pelo menos 21 anos e conseguir alcançar uma altura de 2,12 metros, em bicos de pés e de braços no ar. Não são permitidas tatuagens e é exigida boa forma física. A escolaridade mínima é o 12º ano e é exigida fluência em inglês (escrito e falado).

A Emirates valoriza ainda a postura no atendimento aos clientes, pelo que se pede «simpatia, sensibilidade cultural para se adaptar a novos ambientes e pessoas e flexibilidade e motivação para lidar com um horário de trabalho desafiante».

O que a empresa promete

A empresa promete «um salário competitivo», transporte assegurado de e para o aeroporto e uma licença anual de pelo menos 30 dias.

Em algumas funções e dependendo da avaliação, há prémios de desempenho, subsídios para a licença anual, apoios para a educação dos filhos, seguro de vida e acidentes de trabalho, e seguro de saúde. Ao sair da empresa, os trabalhadores têm direito a indemnização. Há ainda um fundo de pensões, para o qual a empresa contribui com 12% do salário base e o trabalhador com 5%.

Assegurado está também o alojamento no Dubai: «pode contar com alojamentos comuns elegantemente mobilados, com quarto próprio, num dos apartamentos contemporâneos que a Emirates tem no Dubai para a sua tripulação». Estes alojamentos têm segurança 24 horas por dia, ar condicionado e estão totalmente equipados. Os funcionários têm acesso ao ginásio e piscina do complexo.