A Coca-Cola vai despedir 750 trabalhadores e fechar quatro das onze fábricas que tem em Espanha.

A multinacional justifica a medida com um novo modelo industrial que vai arrancar em breve e que pretende ser mais eficiente.

Outros 500 colaboradores deverão ser recolocados às restantes fábricas. Em comunicado, a Coca-Cola Iberian Partners sublinhou à federação sindical que a reorganização concentra-se em «eliminar duplicidades e ineficiências e unificar critérios».

O director de relações públicas e comunicação, Tiago Santos Lima, garantiu ao Jornal de Negócios que a reestruturação em Espanha «não afecta nada da operação em Portugal».

De acordo com a mesma fonte, a operação da multinacional em Portugal, onde a fabricante de bebidas tem uma unidade, a Refrige, em Azeitão, compreende 400 postos de trabalho.