A empresa canadiana Bombardier vai despedir 1.800 trabalhadores no quadro de um plano de reorganização, anunciaram esta quarta-feira os responsáveis pela companhia de metalomecânica ligada aos transportes.

«Isto vai marcar mais um passo na evolução da Bombardier», disse Pierre Beaudoin, presidente da companhia, acrescentando que a medida, para reduzir custos, deve ficar concluída em janeiro do próximo ano.