O grupo de Ação Local (GAL) do Nordeste Transmontano revelou que ajudou a impulsionar a criação de quase 500 novos postos de trabalho.

As três associações, Corane, Desteque e Douro Superior, estimularam e apoiaram projetos para a dinamização das zonas rurais com um investimento superior a 47 milhões de euros, sendo que mais de 30 milhões de euros correspondem a apoios a fundo perdido de programas comunitários como o PRODER (Programa de Desenvolvimento Regional).

As verbas foram investidas «na diversificação da economia e criação de emprego, melhoria da qualidade de vida, conservação e valorização do património rural, animação e aquisição de competências e desenvolvimento de programas de cooperação», especificam, em comunicado.

A diversificação da economia e criação de emprego é a medida que representa a maior fatia do investimento realizado, cerca de 29 milhões de euros, e contemplou a criação e desenvolvimento de microempresas, o desenvolvimento de atividades turísticas e de lazer e a diversificação de atividades na exploração agrícola.

Nesta medida «foram aprovados e executados 265 projetos, que garantem emprego a 525 pessoas, sendo 392 novos postos de trabalho», concretizaram.

Na melhoria da qualidade de vida foram investidos mais de 13 milhões de euros repartidos pela criação de serviços básicos para a população rural e conservação e valorização do património rural.

Nesta medida foram contemplados «147 projetos, que asseguram emprego a 440 pessoas, sendo 101 novos postos de trabalho».

«Só com estas duas medidas as três associações conseguiram contribuir para a manutenção de perto de um milhar de postos de trabalho, determinantes para a fixação da população no território, para o efetivo desenvolvimento rural», concluem.

Estas associações de desenvolvimento rural trabalham com fundos comunitários e garantem apoio financeiro e técnico aos promotores locais, privados ou públicos, na implementação dos seus projetos.

Além do apoio a iniciativas de terceiros, as três associações trabalham em rede e promovem ações de animação, promoção do território no país e no estrangeiro e proporcionam formação e qualificação à população local.

Estas associações representam 13 concelhos do Nordeste Transmontano.