A Air France vai eliminar entre 2.500 a 2.600 postos de trabalho até 2014 para melhorar a sua produtividade, número que se soma aos 5.600 funcionários dispensados nos últimos dois anos, segundo fontes sindicais.

A administração da Air France, que concretizará o seu plano em setembro, avançou esta informação aos sindicatos na reunião do comité de empresa, tendo justificado esta nova medida de ajustamento financeiro, em particular, para melhorar a competitividade da transportadora em relação à «concorrência agressiva» das companhias aéreas de baixo custo e ao negócio do transporte de mercadorias.

Os representantes dos sindicatos disseram na televisão «France 2» que as novas medidas vão afetar tanto o pessoal de cabine, como o de terra.

O plano «Transform 2015», posto e prática em 2012, tem como objetivo poupar 2 mil milhões de euros e aumentar em 20% a competitividade até ao final deste período.

Entre junho de 2011 e junho de 2013, o número de trabalhadores da Air France passou de 106.300 para 100.700.

Entre abril e junho, a Air France-KLM (franco-holandesa) teve prejuízos de 163 milhões de euros, mas este valor foi cinco vezes inferior ao registado no mesmo período de 2012.