Portugal volta hoje ao mercado para emitir até 1.000 milhões de euros em dois leilões de Obrigações do Tesouro a cinco e dez anos.

As Obrigações do Tesouro (OT) a serem hoje emitidas num montante indicativo entre 750 e 1.000 milhões de euros têm maturidade em 25 de outubro de 2023 e 17 de outubro de 2028, indicou o IGCP (Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública).

No último leilão comparável, em 09 de maio, Portugal colocou 1.207 milhões de euros em OT a cinco e dez anos, com as taxas de juro em ambos os prazos a atingirem o nível mais baixo de sempre.

Segundo o IGCP, a cinco anos foram colocados 724 milhões de euros em Obrigações do Tesouro à taxa de juro de 0,529%, inferior à taxa do anterior leilão comparável, de 0,577%, em 14 de fevereiro.

A procura atingiu 2.019 milhões de euros para as OT a cinco anos, 2,79 vezes superior ao montante colocado.

No prazo mais longo, a dez anos, Portugal colocou em 09 de maio 483 milhões de euros à taxa de juro média de 1,670%, inferior à verificada no anterior leilão comparável de 14 de março (1,778%).

Neste prazo, a procura atingiu hoje 1.102 milhões de euros, 2,28 vezes o montante colocado.