Ontem celebrou-se o Dia da Terra e por isso nada melhor que começar a semana com uma sugestão que pode contribuir para poupar energia e cuidar dos seus resíduos dentro de casa. Há cada vez mais ferramentas neste sentido e, recentemente, o Governo começou a promover programa “Casa Eficiente 2020” dinamizado pela CPCI – Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário. A execução conta com o apoio técnico da APA - Agência Portuguesa do Ambiente, da EPAL – Empresa Portuguesa das Águas Livres e da ADENE – Agência para a Energia.

Cristina Cardoso é a responsável técnica do programa “Casa Eficiente” e esteve no espaço da Economia24 do “Diário da Manhã” da TVI.

O que é o programa "Casa Eficiente 2020"?

Serve para promover a melhoria da eficiência energética, hídrica e da gestão de resíduos sólidos urbanos das habitações.

Qualquer português se pode candidatar?

Sim. Para quaisquer obras, ou várias, no âmbito de que falei.

Para que tipo de casas é válido?

Para todas as casas, menos as novas que já são obrigadas a cumprir todos requisitos de certificação energética.

As candidaturas estão abertas? O portal está totalmente operacional?

Este é um processo contínuo. Esperamos que o portal esteja a funcionar a 100% no início de maio. Ainda estamos a afinar alguns detalhes técnicos.

Como funciona todo o processo?

O portal pretende apoiar qualquer um que não tem domínios na área da construção. Acresce que o portal disponibiliza as tipologias de intervenção, que estão associadas à eficiência energética, à eficiência hídrica, à utilização de energias renováveis, genericamente, à melhoria do desempenho ambiental, por exemplo, sistemas de climatização ou alteração dos eletrodomésticos por modelos mais eficientes e também à gestão dos resíduos sólidos urbanos.

É o particular que escolhe a empresa para lhe fazer a obra, do conjunto das que constam do site?

Sim. São empresas devidamente habilitadas, e que cumprem as regras legais associadas à sua atividade, nomeadamente na área da segurança e da saúde, para dar garantias ao particular de que a obra vai correr bem.

Só com o orçamento da empresa que escolhi e com a certificação é que me posso dirigir ao banco para solicitar o financiamento, para a obra que quero fazer?

Sim.

Quanto tempo demora o processo?

É praticamente automático: entra no portal, define as tipologias, faz a simulação dos ganhos, solicita o orçamento – é-lhe atribuída uma senha, enviada para o email que indicou, para poder consultar as empresas do diretório – quando lhe for dado entra, novamente, no portal e emite a declaração com que vai ao banco.

Os bancos comerciais associados ao Programa desempenham as funções de intermediários financeiros entre o Banco Europeu de Investimento e os beneficiários.