As principais bolsas europeias negociavam hoje em alta, com o euro em forte alta face ao dólar, a regressar a máximos desde finais de 2014.

Cerca das 08:50 em Lisboa, o EuroStoxx 50, índice que representa as principais empresas da zona euro, estava em alta, a subir 0,65% para 3.411,76 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt estavam a avançar 0,51%, 0,77% e 0,40%, respetivamente, bem como as de Madrid e Milão, que subiam 0,77% e 0,98%.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:50, o principal índice, o PSI20, estava a avançar 1,06% para 5.521,61 pontos.

Em Nova Iorque, a bolsa de Wall Street terminou em alta, com o Dow Jones a subir 1,23% para 25.200,37 pontos, depois de ter subido em 26 de janeiro até aos 26.616,71 pontos, atual máximo desde que foi criado em 1896, e o Nasdaq a avançar 1,58% para 7.256,43 pontos, após ter subido também em 26 de janeiro até aos 7.505,77 pontos, atual máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu em forte alta no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se acima dos 1,2539 dólares, a aproximar-se dos máximos de três anos, contra 1,2479 dólares no fecho de quinta-feira.

O barril de petróleo Brent, para entrega em abril, abriu hoje em alta, a cotar-se a 64,60 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,23% do que no encerramento da sessão anterior.

Em 15 de janeiro, o preço do barril de petróleo Brent terminou a pela primeira vez desde dezembro de 2014 acima da barreira dos 70 dólares.