O défice público francês situou-se em 4,3% do Produto Interno Bruto (PIB), seis décimas abaixo do valor registado em 2012, mas duas décimas acima da previsão governamental, indicou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INSEE).

A dívida, por sua vez, cresceu para 93,5% do PIB no final de dezembro, contra 90,6% no ano anterior, uma décima mais que o previsto pelo Governo francês liderado por François Hollande.

O saldo negativo das contas públicas foi de 87.600 milhões de euros em 2013, o que é explicado pelo aumento das despesas das administrações públicas e da Segurança Social, que representaram 57,1% do PIB francês, contra 56,7% em 2012, precisou o INSEE em comunicado.

Globalmente, a despesa cresceu a um ritmo de 2% para 1,176 biliões de euros no ano passado, inferior ao aumento de 3% verificado em 2012.

A dívida pública da segunda maior economia da União Europeia aumentou em 84.300 milhões de euros para um montante global de 1,925 biliões de euros.