Os juros da dívida pública portuguesa atingiram o valor mais baixo dos últimos 5 meses. A taxa de juro das obrigações a 10 anos está abaixo dos 6%. Nos restantes prazos os juros também desceram: a 10 anos o mínimo do dia é de 5,889%, o valor mais baixo desde o início de junho.Nas obrigações a 5 anos os juros caíram abaixo dos 5%, para 4,872%.

O primeiro-ministro manifestou satisfação por esta descida da taxa, dizendo esperar que tal constitua «um bom augúrio».

No final de uma conferência de imprensa conjunta com o presidente da Comissão Europeia, e já depois de esta ter sido dada por concluída, Passos Coelho pediu ainda a palavra para se referir à «trajetória descendente» das taxas de juro de dívida.

«Espero que seja um bom augúrio que, precisamente no dia em que nós estivemos aqui com o colégio de comissários, em Bruxelas, tivéssemos conseguido voltar a quebrar a barreira dos 6% na taxa de juro a 10 anos. Que isso seja um bom augúrio para os próximos tempos, para Portugal e para a Europa», declarou o primeiro-ministro.

[Atualizada às 16h40]