O Governo vai usar quase 467 milhões de euros de receitas da privatização dos CTT para amortizar dívida pública, segundo um despacho do ministério das Finanças hoje publicado.

A colocação dos CTT em bolsa, em dezembro passado, gerou uma receita provisória de 519 milhões de euros, segundo o ministério.

«A receita seja aplicada do seguinte modo: 52.633.098,36 euros para a Parpública para amortização da dívida do setor empresarial do Estado; A parte remanescente, no montante de 466.897.885,24 euros, para amortização da dívida pública», refere a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, no documento.

Só após o apuramento definitivo das receitas líquidas da operação de privatização é que os valores finais vão ser apurados para serem afetos aquelas finalidades.