A taxa de inflação anual da zona euro fixou-se nos 0,0% em abril, face aos -0,1% de março, saindo do terreno negativo pela primeira vez desde dezembro de 2014, segundo a estimativa rápida hoje divulgada pelo Eurostat.

De acordo com a Lusa, o gabinete oficial de estatísticas da União Europeia estima que, nos principais componentes da inflação na zona euro, o maior aumento de preços se verifique no setor dos serviços (0,9% em abril face aos 1,0% de março), o da alimentação, bebidas alcoólicas e tabaco (0,9%, que compara com 0,6% de março).

Já o setor dos bens industriais não energéticos vê sua taxa de inflação anual estimada em 0,1% em abril, face aos 0,0% de março.

Os preços da energia caíram -5,8% este mês, depois de terem subido 6,0% no anterior.

A taxa de inflação anual entrou em valores negativos em dezembro de 2014 pela primeira vez desde outubro de 2009.

A inflação anual é a evolução dos preços entre o mês de referência e o mesmo mês do ano anterior.

O Banco Central Europeu (BCE) tem como principal objetivo ter, a médio prazo, uma taxa de inflação próxima, mas abaixo de 2%.