Os valores das rendas em Lisboa aumentaram 2,7% em 2014, numa comparação com o ano anterior, segundo o índice de Rendas Residenciais.

A variação de valores foi apurada com base no Sistema de Informação Residencial (SIR), que registou a subida média anual sobretudo devido ao crescimento de valores nos dois últimos trimestres do ano.

“Quer no 1.º, quer no 2.º trimestre, as rendas contratadas na cidade mantiveram-se praticamente inalteradas face ao mesmo período do ano anterior. Pelo contrário, no 3.º trimestre as rendas cresceram 2,5% em termos homólogos e, no 4.º trimestre, essa subida reforçou-se, atingindo 3,6%”, lê-se na informação disponibilizada.


Em 2014, em Portugal Continental, as rendas das casas mantiveram-se estáveis face ao ano anterior, confirmando a tendência geral.

No plano global, destaca-se o 4.º trimestre, no qual o Índice de Rendas Residenciais apresentou uma variação homóloga positiva de 1,9%.

O índice é realizado pela Confidencial Imobiliário, uma empresa de informação vocacionada para o mercado imobiliário.