As remessas de dinheiro dos emigrantes para Portugal subiram, nos primeiros cinco meses do ano, 9,12% para 1,14 mil milhões de euros, revelam dados do Boletim Estatístico do Banco de Portugal.

França e a Suíça são os países de origem das maiores remessas em maio: 76,8 milhões e 53 milhões, respetivamente.

No seu conjunto, a União Europeia é responsável pelo envio de 661 milhões de euros, de janeiro a maio deste ano, menos 9,12% que o enviado nos primeiros cinco meses de 2012. Estas remessas representam quase metade de todo o dinheiro enviado pelos portugueses espalhados pelo mundo.

Nos primeiros cinco meses, os imigrantes em Portugal enviaram para fora do país apenas 211 milhões de euros, menos 1,4%.