O Deutsche Bank, um dos maiores bancos alemães, transferiu acidentalmente seis mil milhões de dólares (5,3 mil milhões de euros) para um cliente.

Segundo a Bloomberg, o episódio aconteceu em junho e foi protagonizado por um colaborador júnior do banco que, em vez de dar ordem de processar um valor líquido, processou um montante em bruto.

O dinheiro foi transferindo para a conta de um cliente norte-americano com uma carteira de investimentos de alto risco, mas foi recuperado um dia depois.

O incidente é apenas mais um a juntar ao difícil ano que a instituição financeira está a ter, depois de conhecido o escândalo da manipulação das taxas de juro.

 Recorde-se que os diretores executivos do banco demitiram-se em junho, na sequência da quebra dos lucros que, em última análise, pode nem sequer distribuir dividendos aos acionistas.