O crédito ao consumo concedido pelas associadas da ASFAC - Associação de Instituições de Crédito Especializado aumentou 30% em 2014, face ao ano anterior, tendo atingido 5.094 milhões de euros, indicou esta segunda-feira a associação, nota a Lusa.

Este aumento foi sobretudo impulsionado pelo crédito a fornecedores, que teve um crescimento de cerca de 39% para 2,3 mil milhões de euros e que representou 46% do total do crédito concedido, justifica a ASFAC em comunicado.

Em 2014 celebraram-se 289.108 contratos de crédito clássico, mais 11% que em 2013, refere a associação em comunicado.

Do conjunto dos contratos de crédito celebrados em 2014, 97,4% realizaram-se com particulares, tendo cada contrato um valor médio atribuído de 4.863 euros, isto é, aumentou 12,2% face a 2013.

O crédito clássico concedido pelas associadas da ASFAC cresceu 25% em 2014 para 1,4 mil milhões de euros, face ao ano anterior, em linha com o aumento do consumo privado registado no ano transato, enquanto o crédito revolving, que representou 26% do total do crédito concedido, subiu 23% no ano passado para 1,3 mil milhões de euros.

O presidente da ASFAC, António Menezes Rodrigues, considerou que o crescimento do crédito deve ser lido «à luz da atual conjuntura», sendo de realçar o peso que o crédito a fornecedores ainda representa no total do valor do crédito concedido.

O responsável pela ASFAC destacou ainda o facto de, após um período de grande contração do consumo, os portugueses demonstrarem «já maior confiança na economia».