A taxa de poupança das famílias na zona euro manteve-se nos 13% no primeiro trimestre do ano, tal como nos últimos três meses de 2013, permanecendo igualmente inalterada na União Europeia, nos 10,6%, revela esta segunda-feira o Eurostat.

O boletim atualizado sobre a poupança das famílias hoje divulgado pelo gabinete oficial de estatísticas da União Europeia (UE) mostra que também não houve praticamente alterações na taxa de investimento das famílias, que no conjunto dos 28 Estados-membros se manteve nos 7,9% no primeiro trimestre de 2014, valor idêntico ao do quarto trimestre de 2013.

Já nos países da moeda única a taxa de investimento das famílias cresceu uma décima, dos 8,4 para os 8,5%.

Em termos nominais, o rendimento disponível das famílias aumentou 0,3% no primeiro trimestre, face ao período entre outubro e dezembro de 2013, em linha com o aumento registado nos salários (0,3%), tendo também o consumo crescido três décimas e o investimento 0,7%.