A taxa de inflação anual da zona euro subiu para os 0,3% em maio, em alta face aos 0,0% de abril, de acordo com a estimativa rápida divulgada esta terça-feira pelo Eurostat.

O Eurostat estima que o setor dos serviços seja aquele que regista uma maior subida, de 1,0% em abril para 1,3% em maio, seguido da alimentação, bebidas alcoólicas e tabaco (de 1,0 para 1,2%), dos bens industriais excetuando energia (de 0,1% para 0,3%) e da energia (-5,8% para -5,0%).

De acordo com a Lusa, a estimativa rápida hoje divulgada pelo Eurostat – que publicará os dados definitivos para maio a 17 de junho – confirma a tendência de subida da taxa de inflação anual da zona euro, depois de em abril ter saído de terreno negativo pela primeira vez desde dezembro de 2014.

A inflação anual é a evolução dos preços entre o mês de referência e o mesmo mês do ano anterior.

O Banco Central Europeu (BCE) tem como principal objetivo ter, a médio prazo, uma taxa de inflação próxima, mas abaixo de 2%.