O guia de viagens «Lonely Planet» elaborou a lista dos dez lugares que se devem visitar em 2014.

São dez lugares, dá quase um por cada mês do ano. Com 2013 a chegar ao fim, comece a fazer as malas.

Brasil

Anfitrião da fase final do Mundial de Futebol, o país do samba e do Carnaval, tem muito sol e calor. O primeiro eleito pela «Lonely Planet» é o Brasil. O guia destaca a diversidade cultural do país, com as suas paisagens edílicas e a herança colonial, bem como o crescimento económico com que o Brasil tem sido brindado.

Antártica

O «Lonely Planet» chama-lhe «a aventura de uma vida». Nesta terra, os animais são reis. Os pinguins as majestades. Icebergues, glaciares e montanhas. E, claro, muito frio.

Escócia

A terra do whisky vai ser em 2014 a terra dos jogos da Commonwealth. Glascow tem estado a «treinar-se» para esse megaevento com novos centros desportivos e uma rede de transportes modernizada.

Num regresso às origens, o governo promove várias iniciativas ligadas aos costumes e gastronomia do país. Nos castelos ganham vida com muita música. Raízes fortes quando se discute uma maior independência dos irmãos ingleses.

Suécia

Umea vai ser capital da cultura em 2014. Mas, se estas artes não o conquistam, deixe-se levar por outra bem prazerosa: a culinária.

Os produtos locais podem ser o segredo para tantos chefs gostarem da Suécia. Senhora de uma costa de águas geladas, a Suécia tem grandes tradições do pescado.

Malawi

Madonna colocou o Malawi no mapa, ao adotar uma criança dali natural há uns anos.

O país africano não é pop - pelo contrário, até é bastante selvagem -, mas está no top por nele se poderem encontrar elefantes, rinocerontes, leões ou leopardos que lhe valeram a designação «cinco estrelas» em parques selvagens.

México

O México alia a praia a uma boa gastronomia. O «Lonely Planet» destaca os preços convidativos, sem esquecer os novos museus.

Seychelles

As Seychelles são constituídas por 115 ilhas divinas. Um paraíso na Terra e agora alcançável a algumas bolsas. O guia refere que já há locais que desmistificam a ideia de que as Seychelles são só para milionários. Por isso, reserva-lhe o sétimo lugar do top.

Bélgica

No centro da Europa, o «Lonely Planet» destaca muito mais do que o cérebro da União Europeia. O país vai dedicar o ano de 2014 ao centenário da Grande Guerra. Museus, cidades medievais e boa mesa podem também ser cartão de visita do país.

Macedónia

A Macedónia é um postal da Europa e o «Lonely Planet» revela que as suas paisagens edílicas e os novos hostels e restaurantes da capital atraem cada vez mais turistas, reservando-lhe o nono lugar da lista de sítios apetecíveis para visitar.

Malásia

Por último, a Malásia. O país asiático atrai 28 milhões de visitantes com interesses para todas as idades e gostos. Do parque com seis mil aves à Terra da Hello Kitty ou do Lego. As companhias de aviação low cost dão uma ajuda grande ao turismo.