A reavaliação dos imóveis duplicou o valor patrimonial de muitas casas, mas isto não significa que os contribuintes paguem imposto a dobrar, uma vez que as taxas municipais também baixam.

Antes do processo de reavaliação, o valor patrimonial total rondava os 100 mil milhões de euros, mas depois da avaliação, superou os 230 mil milhões.

As Finanças iniciaram em 2012 este processo de reavaliação das casas que ainda não tinham sido transacionadas antes de 2004, altura em que a então ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, fez a reforma dos impostos sobre o património e extinguiu a contribuição autárquica, criando o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI). Mas na prática, este processo atualizou os valores de todos os imóveis, incluindo os anteriores a 2004.

Em termos de receitas, o cenário central do Governo aponta para um ganho acrescido de 350 milhões de euros com o imposto municipal.