Se o Tribunal Constitucional chumbar a convergência de pensões, o Governo pode aumentar os impostos: o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, abriu a porta a essa subida esta segunda-feira.

A acontecer, qual será o imposto que deverá subir? Segundo o editor de economia da TVI, Vasco Rosendo, a probabilidade maior recai sobre o IVA, o impostos em que é mais imediata a receita para o Estado.

Um dos cenários é o aumento do imposto em todas as taxas (incluindo a taxa reduzida e intermédia). Outro cenário é o aumento da taxa máxima do IVA, que subiria assim para 24%. Outra das possibilidades será a eliminação da taxa intermédia ou ainda a redução do cabaz dos produtos que estão atualmente na taxa mínima de 6%.