As prestações do crédito à habitação revistas em junho vão voltar a subir, segundo os cálculos feitos para a Lusa pela Deco/Dinheiro&Direitos.

Um cliente com um empréstimo à habitação no valor de 150 mil euros a 30 anos indexado à Euribor a seis meses com um spread (margem de lucro do banco) de 1% pagará a partir deste mês 511,73 euros. Este valor significa mais 6,41 euros do que o valor pago desde a última revisão, em dezembro.

Quanto a um crédito com valor, prazo e spread iguais, mas em que a indexação é feita à Euribor a três meses, a prestação vai aumentar para 505,18 euros, mais 2,62 euros face ao que vinha pagando desde março.

As taxas Euribor caíram ligeiramente em maio (tendo-se fixado na média de 0,417% no prazo a seis meses e 0,325% a três meses), no entanto, o valor da prestação aumenta já que a comparação é feita com o valor que os clientes estavam a pagar desde a última revisão da prestação da casa.