A poupança das famílias portuguesas «subiu significativamente» em setembro, mantendo a tendência observada desde maio, mostra o indicador de poupança APFIPP/Universidade Católica (UCP), divulgado esta quarta-feira, nota a Lusa.

O indicador de poupança subiu para 108,5 em setembro, após os 102,2 relativos ao mês de agosto, alcançando um valor que «está próximo do marco histórico de 110 atingido pela nova série iniciada em 2003», nota um comunicado divulgado hoje pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Património (APFIPP) e pela UCP.

A tendência de poupança seria maior do que os dados agora verificados demonstram, caso não fossem as alterações introduzidas pelo Sistema Europeu de Contas 2010 (SEC2010), indicam também.

No entanto, «não são ainda sensíveis alterações na tendência (série alisada)», apesar de «mais este aumento expressivo» que se registou no indicador.